Saiba como é um cruzeiro pela Amazônia

Saiba como é um cruzeiro pela amazônia

Os cruzeiros têm conquistado cada vez mais os brasileiros. A costa litorânea do Brasil recebe mais navios a cada temporada de verão, oferecendo inúmeras opções de roteiros e estilo de viagem. Sabia que é possível trocar os imensos transatlânticos por embarcações mais modestas e fazer um cruzeiro na Amazônia?

A melhor época do ano para fazer um cruzeiro amazônico vai depender do gosto do viajante. A temporada molhada vai de dezembro a abril; já a seca, de maio a novembro. As duas têm prós e contras. Para quem adora caminhar, é bom saber que no período seco, as trilhas da floresta ficam mais acessíveis, permitindo caminhadas tranquilas. Porém, o clima é bem mais quente, com temperaturas mais altas.

Na estação chuvosa, com o nível dos rios mais elevado, é possível explorar alguns afluentes do Rio Amazonas. Também é época de floração e, com isso, macacos e belíssimas aves coloridas aparecem com mais frequência. Ah, vale ficar de olho: neste período os mosquitos são mais abundantes.

Linhas de cruzeiros

Linhas de cruzeiros

Regent Seven Seas Cruises, Silversea Cruises, Crystal Cruises, Seaborn Cruise Line, Oceania Cruises e Avalon Waterways são algumas das linhas de cruzeiros que oferecem pacotes para a Amazônia e operam com seus imensos navios.

Outras embarcações menores, mas não menos luxuosas, navegam pelo trecho peruano em pacotes oferecidos pelas operadoras Aqua Expeditions, International Expeditions, Lindblad e Iberostar.

Escolhendo o itinerário

escolhendo-o-itinerario.jpg

Há diversas opções de roteiros a escolher; uns com três dias de duração e outros com mais de 70. Um deles certamente é o seu estilo!

Amazônia brasileira

Rio de Janeiro e Manaus são os principais pontos de partida da maioria dos cruzeiros da Amazônia Brasileira com destino ao porto de Macapá. Algumas linhas incluem uma viagem à Amazônia em cruzeiros pelo litoral brasileiro;

Amazônia peruana

Para navegar pelos trechos peruanos, as embarcações partem de Iquitos e percorrem diferentes afluentes. O cruzeiro inclui uma visita às Ilhas Yacapana – famosas por sua população de iguanas – ao Rio Yarapa – para que os viajantes contemplem os golfinhos – e a Puerto Prado, para que encontrem os índios Cocama.

Amazônia com Caribe

Neste tipo de roteiro, o cruzeiro tem início a partir da Flórida, dos portos de Miami ou Fort Lauderdale. O itinerário inclui algumas ilhas caribenhas, como Barbados, St. Thomas e Grenada, e visita a Ilha do Diabo, na Guiana Francesa.

Amazônia com América do Sul ou Antártica

Estes itinerários são os mais longos. Alguns dos navios que partem de portos de Manaus ou do Rio de Janeiro incluem viagem à Amazônia com cruzeiro pelo Brasil, enquanto https://www.acheterviagrafr24.com/viagra-definition/ outros a combinam com a rota pelo Equador e Ilhas Galápagos. Os cruzeiros de 60 noites ou mais têm ponto de partida ou ponto final em Valparaíso, no Chile, viajando ao redor da América do Sul e Antártica.

Portos de destaque

Pontos de destaque

Parintins, Manaus, Santarém, Boca da Valéria, Ilhas Anavilhanas e Iquitos são alguns dos pontos de parada da maioria dos cruzeiros que percorrem o Rio Amazonas. Todos têm seus encantos e peculiaridades.

Parintins

Localizada na Ilha Tupinambarana, é acessível somente por barco ou avião. É nesta região que, anualmente, acontece o maior Festival de Boi Bumbá da Amazônia. Há até um estádio, o Bumbódromo, com capacidade para receber 35 mil pessoas em cada apresentação. Mesmo em épocas fora do festival, há apresentações para os passageiros de cruzeiros.

Manaus

Manaus tem muitos pontos turísticos, como o Teatro Amazonas, o Mercado Municipal e as mansões de época, entre outras, muitas construídas com materiais vindos da Europa. O Museu do Índio é outro local que atrai muito os turistas.

Santarém

Fundada por um grupo de confederados e não confederados que fugiram da guerra civil americana, Santarém conta com um dos melhores passeios a se fazer na estação chuvosa: ver o “Encontro das Águas”, que é quando as águas argilosas do Rio Amazonas se encontram com as águas verdes esmeraldas do Rio Tapajós. Há tours para demonstração de métodos de pesca dos moradores com redes, linhas e arpões. O Museu de Santarém é outro local bastante visitado pelos turistas, que podem ver a coleção de artigos indígenas pré-colombianos.

Boca da Valéria

É um dos pequenos assentamentos da Bacia Amazônica, onde residem cerca de 100 pessoas que vivem em casas de madeira e palafitas, tão típicas da região. Lá há uma igrejinha, uma fazenda de mandioca e barraquinhas à beira mar que vendem artesanato feito pelos moradores.

Ilhas Anavilhanas

São cerca de 400 ilhas e elas formam o maior arquipélago de água doce do mundo. A maioria delas é desabitada. Na estação chuvosa, grande parte fica submersa. As ilhas maiores têm belas praias que recebem os passageiros de cruzeiros. Dependendo da estação – seca ou chuvosa – os turistas podem observar anfíbios, répteis, macacos, aves exóticas, pumas e onças, entre outros animais.

Iquitos

Ponto de partida da maioria dos itinerários peruanos, chegar lá já é uma aventura! É preciso ir para Lima, capital do Peru, e pegar um voo de quase duas horas, para Iquitos. Agora sim começa o cruzeiro!

Dicas para você curtir muito!

Dicas para você curtir muito

Na Amazônia chove boa parte do ano: o clima é quente, porém, úmido e há insetos por todos os lados. Assim, é preciso ficar atento com alguns itens que são de grande valia durante a viagem. Confira:

  • Vista roupas leves e confortáveis, mas cobrindo boa parte do corpo com blusas de mangas compridas e calças;
  • Tenha sempre à mão um guarda-chuva e capa de chuva com capuz;
  • Use sapatos antiderrapantes;
  • Aplique e reaplique repelente contra insetos ao logo do dia;
  • Use protetor solar e, se possível, chapéu ou boné;
  • Beba muita água para manter o corpo hidratado;
  • Para evitar fotos borradas, tire a tampa da câmera fotográfica para a lente se acostumar com a umidade;
  • Se puder, leve um binóculo para apreciar melhor a natureza e os animais.

Ficou com vontade de fazer um cruzeiro pela Amazônia? Como você imagina que seria este cruzeiro? O que gostaria de conhecer? Conte para nós!

Quer fazer um cruzeiro?

Escrito por Equipe Navega Fácil

Exploraremos no blog o universo dos cruzeiros marítimos. Navegaremos pelos melhores assuntos, costas, praias e cidades. Venha conosco!

2 thoughts on “Saiba como é um cruzeiro pela Amazônia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *